Fazer Cartão de Crédito

Cartao de Credito Falso, Cartões de Crédito Falsos, Cartão Clonado, Dicas de Segurança, Roubo.

+ Fazer Cartão de Crédito

Cartão de Crédito Falso

É comum vermos nos noticiários o desbaratamento das quadrilhas especializadas em fraudes com cartão de crédito.

Utilizando um cartão clonado ou o número do cartão de crédito de uma vítima, o estelionatário realiza compras, muitas vezes pela internet, que, por muitas vezes serve de vitrine para que os fraudadores consigam os dados dos usuários através de programas próprios e vírus de computador.

A clonagem de cartão é realizada ao passar o cartão em uma máquina chamada “Chupa cabra”, que copia os dados e emite outro cartão igual, embora falso.

Muitos fraudadores utilizam-se da inocência das pessoas para agir. É comum recebermos telefonemas solicitando dados pessoais. Quem liga, sempre usa o nome de uma instituição cuja atividade é vastamente utilizada, como empresas de telefonia. O ideal é nunca responder nada, principalmente senhas, que são pessoais e intransferíveis, e entrar em contato com a instituição.

A utilização de Chip nos cartões de débito ou crédito serve para evitar a clonagem. É importante observar, ao digitar a senha no terminal de operações do cartão de crédito, que os números digitados não estão sendo exibidos, aparecendo em seu lugar símbolos como o asterisco.

De acordo com o código de defesa do consumidor, é de responsabilidade do estabelecimento a correta identificação do titular do cartão de crédito. Para isso, seria necessário que fosse apresentado um documento de identidade com foto juntamente com o cartão de crédito na hora da compra, porém, o comércio não cumpre essa regra, propiciando o uso de cartões de terceiros. 

Cuidados ao utilizar o cartão 

Controversa também é a utilização do home banking, banco pela internet. Uma vez que um banco disponibiliza o serviço por um meio de comunicação, ele é obrigado a garantir a segurança ao cliente. Sendo assim, não é desnecessário se proteger com antivírus, evitar acesso a página do banco em computadores públicos, etc, porém, em caso de desvio de informação pela rede, o banco é responsável pelo roubo dos dados, e consequentemente, deve arcar com os prejuízos gerados pela atitude criminosa.

Em caso de perda ou roubo do cartão, ligue imediatamente para a central de atendimento da administradora do cartão e solicite o cancelamento. Procure a polícia e registre um boletim de ocorrência. Nesse caso, se essas atitudes não forem tomadas e houver algum débito com o cartão, o titular é responsável pelo pagamento.

Ao perceber em sua fatura uma transação a qual você desconheça, é necessário solicitar o cancelamento da cobrança imediatamente.



NOVIDADES

Cadastre-se para receber nossas dicas e notícias



As informações aqui contidas são de utilidade pública, não possuímos vínculos com nenhuma das empresas citadas e não nos responsabilizamos por alterações nas condições dos serviços citados.